Ascensão de movimentos supremacistas e a luta contra a discriminação étnica e racial

Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU)

A Assembleia Geral das Nações Unidas trabalhará, na SiNUS 2020, com assuntos de extrema importância no contexto geopolítico mundial da atualidade, que tratam acerca da resistência étnica e racial frente ao histórico crescente dos movimentos supremacistas. O comitê focaliza culturas que resistem em uma luta contra a discriminação, evidenciando a opressão e a intolerância na perspectiva internacionalista. Trabalhando com análises políticas e sociais visando a compreensão do presente, serão apresentadas diferentes narrativas históricas que mostram a presença de resistências de povos que foram oprimidos, saindo da ótica de uma história única. Ademais, serão elucidados pontos que conferem substrato aos diferentes modos de ressignificar as realidades, agora mobilizadas do ponto de vista daqueles que outrora foram silenciados. A Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU) trabalhará, na SiNUS 2020, com assuntos de extrema importância no contexto geopolítico mundial da atualidade, que tratam acerca da resistência étnica e racial frente ao histórico crescente dos movimentos supremacistas. O comitê focaliza culturas que resistem em uma luta contra a discriminação, evidenciando a opressão e a intolerância na perspectiva internacionalista. Trabalhando com análises políticas e sociais visando a compreensão do presente, serão apresentadas diferentes narrativas históricas que mostram a presença de resistências de povos que foram oprimidos, saindo da ótica de uma história única. Ademais, serão elucidados pontos que conferem substrato aos diferentes modos de ressignificar as realidades, agora mobilizadas do ponto de vista daqueles que outrora foram silenciados.